Arquivos

LOJAS ONLINE

O WordPress pode ser utilizado para criar lojas online, através de plugins gratuitos ou premium (leia mais em: como criar um site de e-commerce em wordpress). No entanto, a utilização de Templates WordPress é para nós a forma mais fácil de construir uma loja de e-commerce, um vez que a integração no layout já se encontra feita, sendo necessária apenas a devida estilização do template. Estilizando, recuperam-se horas e horas de trabalho que na verdade são completamente desnecessárias. Vejamos alguns Templates WordPress para e-commerce devidamente preparados para começar a realizar vendas.

mais em http://www.escoladinheiro.com/2010/08/10/12-formas-ganhar-dinheiro-com-wordpress-sem-criar-um-blog/

Perca dinheiro já! 6 dicas para não lucrar com seus artigos!

Perca dinheiro já! 6 dicas para não lucrar com seus artigos! – Escola Dinheiro


Perca dinheiro já! 6 dicas para não lucrar com seus artigos!

Posted: 31 Jan 2013 08:02 AM PST

Escrever artigos para blogs é uma tarefa extremamente difícil e muitas vezes bastante dolorosa. No inicio, as idéias não saem de nossa cabeça e chegamos a ficar frustrados por não conseguir expô-las naquilo que seria uma espécie de diário pessoal. Ao mesmo tempo em que nosso cérebro parece que vai estourar, pela quantidade de informações que temos para passar, não conseguimos sequer escrever uma boa frase. Conforme o tempo vai passando, nos adaptamos à rotina e conseguimos, gradualmente, escrever mais e melhor.

Pode ser que o que eu vá dizer não faça nenhum sentido para você, mas chega um momento em que ter facilidade de escrever não significa muita coisa. Na verdade, depois de um ou dois anos, não sentimos tanto orgulho de escrevermos de forma clara e concisa. Isso porque nossa escrita traz muitos leitores e seguidores, mas não faz com que tenhamos algum retorno palpável.

Quando falo em retorno palpável me refiro a contatos, dinheiro e oportunidades. Se o seu objetivo como blogueiro é profissionalizar-se, tudo isso acaba sendo indispensável. Já imaginou virar um problogger e não ganhar dinheiro? Largar seu trabalho para blogar e não receber um centavo sequer? É praticamente inimaginável.

Pois bem, pensando em tudo isso que foi dito, sabemos que as principais ferramentas de um blogueiro são as palavras. De nada adiantar ter um blog que não segure o leitor por pelo menos 30 segundos. Em contrapartida, pensando no lado financeiro, de nada adianta ter um “leitor vampiro”, que fica bastante tempo no blog, suga o conteúdo e sai sem ao menos deixar um comentário ou clicar em algum link.

perder dinheiro

O leitor vampiro

Antes de continuar com o artigo, deixe-me explicar que todos nós somos “leitores vampiros”. Nossa intenção é sempre encontrar algo bom para ler e de graça, mas nunca estamos dispostos a tomar uma atitude. Raramente visitamos um blog pensando: “hoje vou ler um bom artigo e encontrar um anúncio para clicar”. Essa é uma atitude natural e cabe ao autor do artigo levar o leitor à ação.

A dificuldade em ganhar dinheiro com blogs

A grande maioria dos blogueiros têm dificuldade para ganhar dinheiro justamente porque alimenta os “vampiros da internet”. Simplesmente escrevem o que vêm a cabeça sem se preocupar com a forma como é feito. Isso resulta, muitas vezes, em artigos de extrema qualidade, mas que não ajudam na monetização do blog. Conheço várias pessoas que batem o pé e dizem que o leitor vem em primeiro lugar, o que é um tremendo engano. Em primeiro lugar vem o blogueiro, depois vem o leitor. Sem o blogueiro, não existe o blog.

O que há de errado em oferecer informação de qualidade e ainda persuadir o leitor a visitar uma página no Facebook, comprar um produto, fazer um cadastro ou clicar em algum link? Tudo isso pode ser feito sem tirar a qualidade de um artigo e sem torná-lo pago. Na verdade, essa é a melhor forma de ganhar um leitor que reconhece de verdade o trabalho de um blogueiro.

Depois dessa gigantesca introdução, acredito que você já percebeu o papel de um artigo no contexto da monetização. A partir daqui vou mostrar tudo o que ele pode oferecer, além de simplesmente entreter o leitor por alguns minutos. Serão 6 tópicos e 6 dicas sobre como você poderá perder dinheiro com seus artigos.

Artigos podem informar

O que as pessoas mais buscam na internet é informação de qualidade. Não importa se as imagens são ruins ou a navegação é péssima, no final das contas o que vale é o conteúdo. É claro que a usabilidade é importante, mas não em um nível mais profundo, quando os leitores já se habituaram ao site. Criando artigos que sejam informativos, acima de tudo, as chances de ganhar dinheiro são extremamente grandes. Dê ao leitor o que ele procura e ele fará o que você quer.

Dica 1 – Perca dinheiro escrevendo apenas o que você quer: escreva o que lhe vem à cabeça, pensando apenas em si mesmo sem analisar se as informações são realmente úteis para seus leitores.

Artigos podem persuadir

Passando informações úteis você terá um leitor fiel. Mas para ganhar dinheiro você precisa de um pouco mais do que isso. Você precisa persuadi-los através de palavras. A melhor dica para isso é: não seja imparcial. A imparcialidade funciona muito bem nos jornais, no rádio e na televisão, mas não na internet. Para influenciar alguém no meio online é preciso um toque pessoal. Troque experiências com o leitor. Diga que você já passou por isso ou aquilo. Faça-o sentir-se seguro sabendo que você também já teve aquela experiência.

Um exemplo claro são os sites de review de produtos. Normalmente esse tipo de site rende bastante dinheiro e reconhecimento porque o autor, além de testar o produto, dá sua opinião. Ele coloca de forma humana, em escrita ou em vídeo, o que acha de determinado produto e porque o leitor deve ou não comprá-lo. Quando o produto não é recomendado, ele não é comprado. Mas quando é, o autor é responsável pela venda de dezenas, centenas ou milhares de unidades. Isso é não ser imparcial.

Dica 2 – Perca dinheiro sendo totalmente imparcial: não estruture seu texto, nem tente convencer ninguém de que você merece ganhar algo por oferecer conteúdo grátis e de qualidade. Não dê sua opinião e evite mostrar que você é um ser humano. Acima de tudo, tente ser um robô e faça tudo o que todo mundo faz.

Artigos não servem apenas para gerar tráfego

Um artigo atinge e chama mais atenção de mais pessoas do que os anúncios comuns. É o artigo que o leitor busca ao longo do tempo e é nele que vai confiar, acima de qualquer outra propaganda. Podemos dizer que os artigos são o coração de um blog, não apenas pela quantidade de visitas que atraem, mas pelo poder que têm. Se ele for tratado apenas como mais uma forma de ganhar visitas, você não terá retorno algum e provavelmente as perderá ao longo do tempo. Mas se pensar em criá-los tanto para ganhar dinheiro quanto para satisfazer o leitor, terá ótimos resutados.

Dica 3 – Perca dinheiro com seus artigos geradores de visitas: trate seus artigos como uma forma de gerar visitas sem se preocupar com o seu leitor. Não importa se o artigo é útil, o que importa é ficar bem posicionado no Google.

Ebook Exercícios para blogueiros

Escreva artigos curtos e longos

Um artigo feito para ganhar dinheiro pode assumir diversas “caras”. Vai desde um simples texto de 300 palavras até um enorme emaranhado com mais de 3000 palavras. Não importa qual é o tamanho do artigo, o que interessa é que com cada um é possível lucrar.

Prepare um artigo longo para persuadir e distribua no decorrer dele várias evidências do seu ponto de vista. A cada subtítulo, separe links de outros artigos seus que falam de assuntos relacionados. Esses artigos devem ser ligeiramente menores e conter links para seus produtos, serviços ou afiliados. Essa é uma forma indireta de levar o leitor a uma ação. No artigo maior você mostra sua personalidade. Nos artigos menores você chama o leitor para seu negócio.

Nem todos os artigos devem ser longos para atender aos critérios, muitas vezes ignorantes, do Google. Artigos de 300 ou 400 palavras são excelentes para converter, desde que seja feito o que foi dito no parágrafo anterior. Imagine que em um artigo longo você citou a frase: “alguns blogueiros milionários famosos lucram menos do que blogueiros desconhecidos”. A palavra chave “blogueiros milionários” você pode linkar para um artigo onde fala da vida de um blogueiro de sucesso, em 300 ou 400 palavras. A idéia não é que esse artigo pequeno receba muitas visitas do Google, mas que o leitor que veio do artigo maior possa lê-lo rapidamente. Então, nesse artigo menor, você pode incluir uma citação dizendo que o blogueiro milionário utiliza a ferramenta X, o host Y, leu o livro Z ou participa do clube W. O leitor já terá conhecido seu trabalho e não se sentirá ofendido pela propaganda, quase imperceptível.

Muitas pessoas pensam: “mas o Google não vai começar a considerar meus artigos curtos como sendo de qualidade inferior?” Sim, desde que você permita que o Google os veja. Pense comigo. Se você sabe que o Google não irá posicionar bem um artigo curto, porque ele precisa ser visto? É melhor mantê-lo oculto do Google e utilizá-lo apenas para converter. Para isso, considere bloquear a leitura e indexação desse tipo de artigo da seguinte maneira:

1 – Pelo robots.txt

User-agent: *

Disallow: /url-do-primeiro-artigo-curto

Disallow: /url-do-segundo-artigo-curto

2 – Pela meta tag do HTML

<META NAME=”ROBOTS” CONTENT=”NOINDEX, FOLLOW”>

(a página não será indexada, mas os links que estão nela serão seguidos pelo robô)

Mais detalhes você pode conferir no artigo Gerindo o acesso dos Robots ao seu blog.

Dica 4 – Perca dinheiro seguindo os padrões do Google: escreva somente textos grandes para atender aos padrões de otimização de sites. Esqueça os textos menores porque, afinal, as pessoas adoram ficar 60 minutos lendo um texto com 10 mil palavras, não é verdade?!

Os parágrafos dos artigos

Quando você entra em um blog que ainda não conhece, como você enxerga os parágrafos? Não concorda que são vários blocos com diversas palavras uma ao lado e embaixo da outra? É assim que a maioria de nós vê os textos em um blog. Quanto menor é o bloco, menos cansativa é a leitura e maiores são as chances de persuasão. A cada troca de parágrafos a energia é brevemente renovada e o leitor vai em busca de algo novo no próximo bloco de texto. Se o parágrafo for muito grande, o leitor perderá rapidamente o interesse. Se o parágrafo foi muito pequeno, o leitor não conseguirá focar em suas idéias, pois estará constantemente caminhando entre os parágrafos.

Dica 5 – Perca dinheiro descuidando dos parágrafos: construa parágrafos pequenos para que seus leitores não prestem atenção à sua mensagem ou construa parágrafos tão grandes para que ele sinta vontade de parar de ler já na primeira frase.

Quando destacar uma parte do texto

Abraham Lincoln, 16º presidente dos Estados Unidos, era conhecido por ser um exímio orador. Em seus discursos as pessoas sentiam que estavam de frente a uma pessoa culta e um líder excepcional. Lincoln não tinha nada que chamasse atenção das pessoas a não ser uma grande barba e sua forma de falar. Sua barba era horrivelmente feia, portanto sua maior habilidade era falar. Mas, ainda mais do que falar, ele tinha o dom de intensificar palavras ou frases no momento certo. O que Lincoln fazia era passar rapidamente por suas frases até chegar a uma palavra de impacto, então ele dava uma pausa e falava com diferente entonação, velocidade e maior ênfase. Isso fazia com que as pessoas não prestassem atenção às demais frases, somente às intensificadas. Isso dava tão certo que Abraham Lincoln foi um dos maiores presidentes que os Estados Unidos já teve.

Imagine Lincoln era blogueiro, escrevia em cartolina e postava seus artigos nas paredes de sua cidade. Cara artigo era pequeno, com apenas um bloco de texto de no máximo 400 palavras. Ao olhar para ele, escrito sem nenhum destaque, você ficaria tentado a ler? O simples fato de ser um grande bloco tira a vontade da leitura (esse é o motivo pelo qual os jornais são formados de colunas). Agora, imagine que no mesmo texto de Lincoln você notasse a frase em negrito que fala: “eu matei 10 mil pessoas em 10 dias”. Você não se sentiria tentado a ler?

Essa é a idéia de destacar um texto a fim de persuadir. Você deve intensificar algumas palavras em meio a um texto sem nenhum destaque. Esse contraste faz com que o leitor sinta vontade de ler. Conseqüentemente, você terá sua chance de convertê-lo.

Dica 6 – Perca dinheiro evitando destacar seu texto: escreva textos inteiros sem se preocupar em chamar a atenção do leitor, pois ele tem a obrigação de saber que você deseja que ele leia todo o texto. Não destaque palavras e frases com negrito, pois isso é pecado e seu blog corre o risco de ser punido pelo Google.

Conclusão

Embora as dicas desse artigo tenham sido básicas, tentei passar uma visão que foge do padrão encontrado atualmente. Podemos ver muitas pessoas focadas em escrever artigos enormes, extremamente otimizados e muito informativos, mas que definitivamente não convertem nada. Tenho certeza, baseado em muita observação e vários testes, que essas 6 dicas simples podem lhe ajudar a converter mais. Basta se aprofundar no assunto e, acima de tudo, colocar em prática.

Abraços!

fonte http://www.escoladinheiro.com/2013/01/31/perca-dinheiro-ja-6-dicas-para-nao-lucrar-com-seus-artigos/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+fiquerico+%28Escola+Dinheiro%29

Como Ganhar Dinheiro – 1 (mais ideias)

O segredo para fazer dinheiro não está trabalhando num emprego bem remunerado, é encontrar soluções criativas para os problemas das pessoas, e não é preciso um elevado grau de fantasia para fazer isso. Confira essas formas comuns e não tão comuns de encher seus bolsos. Também encontrará um conselho financeiro mais geral, bem como algumas idéias de fazer dinheiro para as crianças.

Aproveitar produtos

1. Compre livros usados subavaliados. Equipe um telemóvel ou PDA (assistente de dados pessoais), com um scanner, digitalize os números ISBN de livros em livrarias de usados ​​e comparar os preços com o que os livros estão a ser vendidos num site como a Amazon. Sempre que encontrar uma pechincha, compre o livro e revenda-o online. Seja discreto pois os gerentes das lojas provavelmente não vão gostar do que você está a fazer.

2. Obtenha pechinchas em feiras de usados/feiras da ladra. Se tiver um pouco de conhecimento numa determinada área (ex. figuras de ação, clássicos do National Geographic) ou mesmo apenas um olho bom para a qualidade, visite vendas privadas e muitas vezes vai achar ofertas inesperadas.

3. Ir a leilões da polícia. Pode encontrar promoções incríveis aqui, e apesar de não ser capaz de revender um carro envolvido num crime grave, provavelmente poderá encontrar algumas jóias espetacularmente baratas que alguém ficaria feliz em comprar.

4. Acabamento de móveis velhos. Se você tiver verniz, lixa, e algum senso de artesanato, pode comprar móveis desgastados, consertá-los e vendê-los por um preço de revenda grande.

5. Resgate madeira velha. Paletes de madeira são baratos (ou gratuitos) e fáceis de encontrar. Olhe para as amostras não tratadas nos locais de construção, edifícios em renovação, ou armazéns de transporte e aplaine-os/lixe-os para descobrir sua beleza escondida. Você pode, então, revender a madeira como está ou até mesmo transformá-lo em belos móveis. (Certifique-se de anunciar que a madeira é “recuperada”, pois as pessoas estão muitas vezes dispostas a pagar muito mais por isso.)

6. Recuperar casas ou apartamentos. Se você um sentido para grandes projetos, um conhecimento do que é valioso na construção de uma casa, e os bens que você está disposto a conseguir, considere comprar, consertar e revender imóveis. Isso requer um pouco de investimento e flexibilidade, mas a recompensa pode ser grande.

Participar de estudos

1 Participe em estudos médicos. Se apenas este pensamento o assusta, saiba que a intensidade de tais estudos é muito variável. Alguns estudos pedem aos participantes, particularmente aqueles com condições médicas, para testar tratamentos ou medicamentos que podem ter efeitos secundários adversos, mas outros pedem aos participantes para executar tarefas físicas, sem efeitos duradouros. Pode até mesmo participar num estudo num centro de pesquisa médica, ou nas proximidades da escola médica.

Encontrar uma saída Artística

1. Venda fotos. Se tem uma câmera decente e um bom senso de luz, cor e composição, pode tirar e vender fotos – ou seja, imagens indescritíveis que se prestam a muitas aplicações e são comumente usados ​​para ilustrar artigos on-line ou produtos – com o mínimo esforço. Fotos de locais (um hidrante, uma parede nua perto de uma árvore interessante, ou qualquer coisa que você pode encontrar uma imagem de fundo como padrão no seu computador) são mais fáceis de fotografar, mas fotos de pessoas (isto é, pessoas discutindo, pessoas se beijando, pessoas rindo), geralmente vende mais, mas exigem o consentimento por escrito dessas pessoas.

2. Projetar imagens da web. Ao emparelhar senso estético e bom o uso de desenho ou de edição de fotografia software, você pode fazer e vender imagens de fundo para as páginas de mídia social da web, logotipos, etc. Se você conhece ou está disposto a aprender programação de computadores, considere seriamente fazer páginas da web; programadores podem ser fáceis de encontrar, mas os programadores com um olho para a beleza é outra coisa completamente diferente.

3. Faça e venda artesanato. Se você é até um pouco astuto, considere a venda de suas mercadorias num site como o Etsy. Embora possa ganhar mais dinheiro em projetos complexos, até mesmo os projetos simples podem trazer um bom dinheiro se estiver disposto a produzi-los em grandes quantidades. Quem sabe – pode até se inspirar para iniciar um negócio de artesanato.
(continua)

Traduzido e adaptado do site http://www.wikihow.com/Make-Money

Idéias de trabalhos que pode fazer para ganhar dinheiro

ARTESANATO

tipos de artesanato

Existem muitos tipos de artesanato, mas quais deles vão te garantir uns trocados? Quais as melhores ideias para ganhar dinheiro?  Depende da zona onde vive,  das pessoas que conhece e principalmente do que  gosta de fazer.

Aqui está uma lista de técnicas de artesanato ou materiais para que possa ter uma ideia do que fazer:

Muitas pessoas queixam-se  que vendem pouco. O que é preciso para vender mais?

A propaganda boca a boca;

Estar ativo nas redes sociais, perguntar, pedir sugestões;

Interagir, sempre.

Quanto cobrar pelo trabalho?

Para pensar no preço de venda de um trabalho deve levar em consideração duas coisas: Valor da matéria prima  e Tempo de confecção.

O valor da matéria prima deve ser incluído no valor final do produto e o tempo que leva para fazer cada peça deve ser considerado.  Estipule o valor da sua hora trabalhada e inclua no valor do produto esse preço. Por exemplo, vamos pensar que  vai fazer uma bolsa de tecido para vender. Nesse exemplo, o tecido que irá ser gasto na bolsa tem um custo de X. Supondo que  gasta 2 horas para fazer essa bolsa e que o custo da sua hora é de Y, o valor da sua bolsa fica em X+Y . Também pode incluir na conta um ponto percentual a mais para cobrir eventuais despesas extras, como transporte para comprar o tecido, linhas e acessórios para a bolsa.

Como divulgar osprodutos

Existem muitas maneiras de divulgar algo pela internet, vou listar as principais:

  • OrkutFacebookTwitter – Sites de relacionamento são um terreno fértil para divulgação de produtos. Você pode procurar comunidades relacionadas com os  seus produtos e fazer amizade com seus membros. A partir daí,  pode descobrir pessoas que estavam procurando exatamente o que  faz tão bem. Mas atenção, nunca mande spam para as comunidades, procure sempre discutir algo, estimular a interação entre as pessoas, acrescentar algo. Não entre numa rede  procurando apenas divulgação sem qualidade.
  • Blog – Crie um blog e escreva sobre o seu produto com imagens de passo-a-passo na cofecção.
  • Rec6UebaDihittGostei! – Se você criou um blog, divulgue-o nas redes de conteúdo.
  • Entre em blogs de pessoas que escrevem coisas do mesmo género que os seus produtos e faça amizade, deixe comentários que acrescentem algo e aproveite para deixar o link dos seus produtos. Talvez você até consiga um link do editor do blog.
  • Use a imaginação. Existem várias outras maneiras de divulgar algo na internet

Dicas em geral

  • Pesquise – Esteja sempre atento aos trabalhos existentes, às técnicas de artesanato disponíveis.
  • Pense sempre em melhorar seu trabalho. Veja o que você faz e pense: “Esse é o melhor que posso fazer?”.
  • Economize, mas não faça trabalhos sem qualidade. A economia de material é extremamente importante para o seu sucesso, pense sempre em como pode reduzir os custos.
  • Afaste-se de pessoas com pensamento negativo, pense positivo e você sempre irá avançar.
  • Seja previdente, antecipe-se aos problemas que podem ocorrer com seu negócio. Por exemplo, pense em comprar mais matéria prima antes que a atual acabe. Imagine que recebe uma grande encomenda e a  matéria prima acabou, o que fazer?
  • Nunca perca o prazo estipulado ao cliente. O seu comprador, a partir do momento em que faz um acordo, espera que isso seja cumprido no prazo. Nunca diga ao cliente que você pode terminar o trabalho antes, quando isso é impossível.
  • Faça uma folha de cálculo no computador com todos os gastos com matéria prima e todas as vendas. Deve ter o controle exato do que entra e do que sai para saber se o seu negócio dá lucro ou prejuízo.

 

loja online

E aquele jarrão horrível que a tia Ermelinda ofereceu? Há quem goste! A tia Ermelinda gostou!

Então porque não fazer uma loja online e vender tudo o que a santa tia já ofereceu?

Ou vender na garagem;

Ou na feira da ladra mais próxima;

Ou no ebay ou no coisas;

Ou no OLX;

Mas não venda à tia Ermelinda!

e que tal o micro-trabalho?

É o futuro! Estão contados os dias em que trabalhamos num escritório enquanto um invejoso colega nos lança olhares assassinos, ou um chefe chato nos faz trabalhar como escravos. Só nós é que temos o direito de nos autoescravizar.

No Facebook, há pessoas  que por x euros clicam no botão “gosto” durante um certo período de tempo no nosso blog. Outras fazem resumos ou traduções. Outras fazem-te blogs 5  estrelas a partir dos teus textos, fotos, imagens…. Outras, vê lá, fazem comentários agradáveis ao teu charme. Há também quem faça trabalhos para a escola, composições ou TPCs.

Porque não seguir-lhes o exemplo? Segue este link, para veres mais.

http://pt-br.facebook.com/pages/Micro-Trabalho-Servi%C3%A7os-Low-cost/113392775435975?sk=app_292919670752642

como ganhar dinheiro com os tais blogs?

Prometi que vos iria sugerir como ganhar dinheiro com os tais blogs.

Ora, bem, depois das sugestões que vos dei para fazer blogs, há que ter em conta o seguinte:

  • Submeter o blog a um programa de afiliados como o adsense do google, o netaffilliation, ou outro do género;
  • Postar o vosso link num comentário de outro blog ou fórum que tenha o mesmo tipo de assunto que o vosso;
  • Fazer campanha no facebook, no twitter, no linkeln, ou noutra rede social;
  • Preferir diretórios pagos (30 dólares por ano não fazem ninguém pobre);
  • Publicar cerca de 4 artigos por dia – aconselho a escrever uma data deles quando estiveres inspirado e com mais tempo livre;
  • Comprar artigo patrocinado em blogs credíveis;
  • Trabalhar no blog durante cerca de 12 meses, ou ter cerca de 100 artigos para conseguir ser aceite por um programa de afiliados;
  • Colocar links para outros bons blogs sobre o assunto que estás a trabalhar;
  • Se falares sobre um determinado assunto, ou publicares imagens de outros blogs, atenção aos direitos de autores, indica sempre a fonte.